Teste de carga

O que é teste de carga e por que o teste de carga é importante?

O teste de carga é a prática de simular o uso do mundo real, ou carregar, em qualquer software, site, aplicativo web, API ou sistema para analisar e identificar fatores como capacidade de resposta, degradação e escalabilidade.

O que é teste de carga?

 

O teste de carga de definição geralmente refere-se ao teste como um subconjunto do processo de teste de desempenho de software, que normalmente também inclui vários outros tipos de testes, como testes de estresse, testes de imersão, testes de pico, testes de resistência, testes de volume e testes de escalabilidade, entre outros tipos de testes.

Sites e aplicativos de baixo desempenho podem ter um impacto negativo nas conversões, transações e, o mais importante, na receita. Mesmo alguns segundos de inatividade podem impactar significativamente o resultado final de uma empresa. Uma pesquisa recente realizada pela Veeam, líder global no espaço de backup e gerenciamento de dados, com mais de 1.500 profissionais de TI descobriu que o custo de uma hora de inatividade para aplicativos de alta prioridade era de mais de US$ 84.000. Além disso, o tempo médio de inatividade foi de 79 minutos.

Se você considerar indústrias específicas que dependem de transações de alto volume, como serviços financeiros ou grandes varejistas online, o impacto provavelmente pode ser mais significativo. Também foram apontados em sua pesquisa os efeitos sobre clientes e visitantes, como uma queda na confiança do cliente, integridade da marca manchada, queda no preço das ações. Assim, como você pode ver, a importância de garantir que suas aplicações sejam testadas para atender às demandas de desempenho não pode ser exagerada.

O teste de carga simula cenários do mundo real em seus sites, aplicativos e sistemas. Através das informações coletadas durante e após os testes de carga, os desenvolvedores podem medir os limites e obter insights sobre as métricas que podem ajudar a responder perguntas como as seguintes:

Gráfico de Dados

  • Como o número de usuários afetará o desempenho?
  • Quantos usuários simultâneos podem fazer com que meu site, aplicativo ou sistema manuseiem?
  • Onde estão os gargalos?
  • Quantas transações podemos lidar em um período específico de tempo?
  • Qual é o ponto de ruptura? Quando vou ficar sem recursos?

No passado, os testes de carga geralmente eram realizados apenas para a conclusão de um projeto de desenvolvimento, mas com o foco renovado no processo de desenvolvimento de software Ágil, as equipes de desenvolvimento estão mudando seus testes para a esquerda, o que significa mais cedo e mais frequentemente no processo. Saber exatamente o quanto seu site, aplicativo, sistema ou API podem lidar ajudará a identificar e descobrir inúmeros problemas, como bugs e lentidão no banco de dados, bem antes de qualquer código ser comprometido em seu ambiente de preparação. Por exemplo, todos os aplicativos do lado do cliente devem passar por vários testes para determinar seus limites e ajudar a melhorar a experiência do usuário. Se os problemas de desempenho do aplicativo não forem detectados no ambiente de produção, o custo, o tempo e os recursos envolvidos para ter que voltar e tentar determinar onde estão os problemas podem ser íngremes.

Teste de carga com LoadView

 

LoadView é uma plataforma de teste de carga baseada em nuvem sob demanda que determina como um site, aplicativo web ou móvel, ou API responde a vários tráfegos, sem o incômodo de gerenciar, investir ou manter qualquer infraestrutura de teste adicional. O teste de carga pode se tornar um processo demorado. O LoadView gerencia as tarefas tediosas, como instanciar geradores e configurar agentes distribuídos globais. Isso dá aos desenvolvedores mais tempo para projetar, executar e analisar seus testes.

Dependendo da necessidade específica, caso de uso ou tecnologia do sistema que está sendo testado, a plataforma LoadView pode executar diferentes tipos de simulação de usuário, por exemplo, HTTP/S e simulações reais baseadas em navegador.

Simulação baseada em HTTP/S: Embora as simulações baseadas em protocolos sejam consideradas uma abordagem mais tradicional nos testes de carga devido às modernas estruturas e tecnologias de aplicativos web, os scripts em nível de protocolo são perfeitos para testes de nível de componentes em ambientes de CI/CD e têm uma baixa pegada em máquinas de injeção.

Simulação real baseada em navegador: Quando você precisa imitar o comportamento real do usuário e tem aplicativos web que utilizam estruturas e tecnologias dinâmicas específicas de aplicativos da Web, como Angular, AJAX, JavaScript, Flash,React e muitos outros. Usar um navegador real é fundamental. O uso desta simulação permite que os desenvolvedores verifiquem a funcionalidade e a velocidade do site conforme percebido por um usuário. Você prefere pegar erros e gargalos e corrigi-los no ambiente de teste em vez do ambiente de produção ao vivo.

O gravador web EveryStep – Crie scripts de teste de carga personalizados para sites e aplicativos

 

O EveryStep Web Recorder é uma ferramenta de scripting baseada na Web gratuita que registra cada passo de uma transação na Web e reproduz o script usando um navegador real. Grave scripts de teste em várias etapas das ações críticas e complexas que seus usuários fazem, como cliques de botão, seleções de menu, envios de formulários, processo de carrinho de compras, entradas de texto, bem como validação de imagem e texto.

Compatível com mais de 40 navegadores de desktop (Chrome e Internet Explorer) e móvel (iPhone, iPad, Google, Samsung, etc.), o EveryStep Web Recorder suporta praticamente qualquer coisa renderizada em um navegador, independentemente das tecnologias e frameworks de aplicativos web usados, como AJAX, Angular, Java, HTML5, Flash, PHP, Ruby, bem como muitos outros.

Além disso, o EveryStep Web Recorder permite a edição manual de seus scripts usando seu próprio código C#, se necessário para seus requisitos específicos de teste de carga, e reutilizá-los para automatizar a execução de testes de outras tarefas repetitivas em seu ambiente. Esses scripts podem então ser carregados na plataforma LoadView e reproduzidos por um número praticamente ilimitado de usuários simultâneos. Além disso, você pode configurar scripts que são executados em intervalos específicos e alertar você e suas equipes se ocorrerem erros, garantindo que tudo corra de forma suave e adequada.

 

Experimente o LoadView por 30 dias!

Sem cartão de crédito, sem contrato.

Os benefícios do teste de carga

 

O objetivo do teste de carga é simular o tráfego esperado que seu site, aplicativo ou sistema devem gerenciar adequadamente regularmente, sem experimentar grandes degradações. Pode haver casos em que os sistemas podem experimentar a desaceleração ocasional de um aumento inesperado de usuários, mas o sistema deve recuperar e retomar as operações normais dentro de um prazo esperado.

Rede Global

  • Diminuir os tempos de carga da página: Obviamente, a velocidade é fundamental quando se trata da experiência do usuário e um site ou aplicativo lento tornará os clientes impacientes ou completamente deixam seu site. Se houver páginas críticas para impulsionar a receita, os testes de carga podem ajudar a determinar o problema específico e ajudar as equipes do WebOps a priorizar as páginas impactadas e remediar os problemas, minimizando o potencial impacto negativo.
  • Descubra gargalos: Teste de carga um aplicativo ou site na fase de desenvolvimento pode descobrir gargalos comuns, como CPU, memória e utilização da rede, permitindo que os desenvolvedores resolvam esses problemas antes de empurrar código ou aplicativos para a produção.
  • Locais Geográficos: Se você sabe de onde a maioria de seus clientes vem, a criação de um teste a partir desses locais pode identificar problemas específicos que afetam esses visitantes. Isso garante que todos possam acessar seu site, não importa de onde eles venham, e a experiência do usuário é consistente em todo o mundo.
  • Estabelecer SLAs (Service Level Agreements, contratos de nível de serviço): O planejamento de capacidade ajuda a determinar quais recursos de hardware e software são necessários para executar um aplicativo, dentro de um conjunto de requisitos pré-definidos. Testes de carga podem ajudar a prever como um aplicativo terá um desempenho sob um forte estresse e se investir em infraestrutura adicional será necessário no futuro.

 

Os benefícios de usar o LoadView para testes de carga

Seus clientes e usuários esperam páginas e aplicativos da Web confiáveis e rápidos. Se não forem, encontrarão rapidamente uma alternativa. As organizações entendem a importância de oferecer uma experiência sólida ao cliente e sabem o quão valioso é o teste de carga para o seu resultado final, no entanto, nem todas as empresas têm os recursos, equipes, infraestrutura ou tempo necessários para a realização dessas tarefas.

A plataforma LoadView é uma solução de teste de carga sob demanda e baseada em nuvem que remove a necessidade de investir em infraestrutura adicional e eliminar os desafios demorados de criar injetores de carga virtual de vários pontos em todo o mundo.

Outros benefícios do LoadView incluem:

  • Testes baseados em protocolo e real do navegador.teste de desempenho de estresse de carga
  • Scripting real baseado em navegador com o EveryStep Web Recorder.
  • Suporte avançado de script para mais de 40 navegadores e dispositivos desktop/mobile.
  • Opções de curva de carga – etapa de carga, curvas ajustáveis baseadas em metas e dinâmicas.
  • Teste de vários locais globais.
  • Escala de dezenas para milhares de usuários virtuais.
  • Medir o tempo de resposta como percebido pelos usuários.
  • Reutilize scripts de teste de carga para monitoramento de tempo de atividade.
  • Pague pelo que usa, sem contratos de longo prazo.
  • Suporte disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Esses benefícios diferenciam o LoadView de outras soluções de teste de carga no mercado e colocam o controle dos testes de carga nas mãos do usuário.

 

Teste de carga Práticas recomendadas

 

Seu site e aplicativos são fundamentais para o sucesso do seu negócio. É tipicamente a primeira coisa que os clientes verão, e se for lento ou falhar, eles encontrarão rapidamente uma alternativa. Quanto mais rápido suas páginas carregarem, mais provável é que os clientes fiquem – e retornem no futuro. O teste de carga de seus sites e aplicativos garante que eles funcionarão sob um nível antecipado de usuários e dá uma visão de quaisquer erros que possam estar afetando os processos. Discutiremos cinco práticas recomendadas que você pode implementar para que você possa manter uma grande experiência de usuário.

Tecnologia de teste de carga

  1. Identificar metas e objetivos de negócios. Considere o que os outros departamentos dentro de sua organização, como marketing, operações e gerentes de projeto, acreditam que as metas de desempenho para o site ou aplicativo são. E separadamente, pergunte-lhes quais são os objetivos do esforço de teste de carga. Você pode descobrir se suas perguntas ou preocupações estão alinhadas, ou não alinhadas, com o que você acha que são importantes dentro do escopo do projeto, mas, no entanto, garante que você está cobrindo suas bases e proporcionando uma excelente experiência ao usuário.

 

2. Determine métricas que você gostaria de medir. Não há uma lista padrão aqui, pois dependerá do aplicativo, mix de tecnologias utilizadas e ambiente, mas alguns dos critérios mais comuns incluem tempo de resposta percebido pelo usuário, tempo de resposta por geografia específica, utilização de recursos (CPU, memória, disco, largura de banda), número de erros, usuários máximos e outras métricas de desempenho empresarial.

 

3. Projete um teste de carga. Ao projetar um teste, comece determinando alguns fatores-chave, como quanta carga testar, transações específicas do usuário e em que combinação ou sequência ocorrerão. Se você não sabe por onde iniciar seu teste, envolva outros departamentos internos, tais como TI ou Marketing, para coletar dados históricos de testes de aplicativos anteriores e/ou similares, como número de usuários simultâneos, sessões de pico em uma determinada hora, visualizações de página, etc., de uma ferramenta de análise. Outro ótimo lugar para informações? Sua concorrência. Os concorrentes dentro do seu setor podem ter publicado informações ou comunicados de imprensa públicas sobre suas métricas específicas de clientes. Isso pode lhe dar uma linha de base da sua base de que você pode começar o seu teste. Outros fatores a serem considerados, especialmente para aplicações web, são caminhos de navegação específicos, atrasos, navegadores/dispositivos usados e geografia. Resumindo: crie scripts de teste que melhor correspondam ao ambiente do seu usuário.

4. Faça do teste de carga parte do processo de desenvolvimento ágil. No passado, os testes de desempenho eram tipicamente feitos no final de um projeto de desenvolvimento. Isso resultou em erros e problemas sendo detectados mais tarde no processo, o que significava que os desenvolvedores voltariam através do código e corrigiriam problemas, o que normalmente atrasava a liberação. O método ágil se concentra em testes menores e incrementais que são realizados no início do ciclo de desenvolvimento, quaisquer problemas podem ser corrigidos durante o processo.

5. Tenha sempre a experiência do usuário em mente. A satisfação do cliente é fundamental para o sucesso do seu negócio. Esse é o ponto principal ao testar seu site e aplicativos. Como dito anteriormente, quanto mais você puder garantir que seu site e aplicativos tenha um bom desempenho, mais provável é que os clientes revisitem um site ou reinsiram um aplicativo.

Como escolher uma ferramenta de teste de carga

 

Não há fim para a quantidade e variedade de ferramentas e plataformas no mercado hoje, com uma variedade de recursos. Desde plataformas que aproveitam ferramentas de código aberto apenas como o BlazeMeter, até soluções apenas de navegador sem cabeça, como o Phantom JS, ou plataformas que oferecem várias simulações de usuários, como o LoadView. Escolha uma plataforma de teste de carga mais adequada para suas necessidades e requisitos.

Depende muito das necessidades, objetivos, meio ambiente e orçamento do seu negócio. Com isso em mente, a ferramenta escolhida deve, no mínimo, determinar se seu site ou aplicativo se levantará em condições reais. Algumas das perguntas e critérios que você deve se perguntar ao escolher uma ferramenta de teste de carga devem incluir o seguinte:Gráfico de Crescimento

  • É fácil de usar? A ferramenta requer procedimentos complexos de configuração?
  • Crie rapidamente scripts de teste e execute um teste.
  • Suporte para os navegadores e/ou dispositivos mais usados.
  • Utiliza simulações reais de usuários baseadas em navegador.
  • Reutilize scripts de teste de carga para locais de monitoramento e aplicativos em produção.
  • Sem contratos de longo prazo, pague apenas pelo que você precisa e use.
  • Colete e informe as métricas que você identificou.
  • Gere a quantidade de carga que você precisa.
  • Simule transações reais baseadas no usuário.
  • Suporte dedicado e/ou base de conhecimento.

Uma consideração importante que mencionamos anteriormente é se você está medindo a atividade do lado do cliente, ou, mais especificamente, as tecnologias web 2.0. É muito importante quando chega a hora de simular ações do usuário, como navegar, clicar em botões, inserir data dentro de formulários, etc. Se esse for o caso, a ferramenta escolhida deve replicar isso o mais próximo possível usando navegadores reais, pois é isso que seus usuários estão usando. Além disso, considere onde a maioria dos seus usuários estão localizados. A localização geográfica desempenha uma grande parte da experiência do cliente e, se desconsiderada, afetará negativamente a experiência do usuário. A solução LoadView oferece aos usuários a opção de escolher entre mais de 20 servidores injetores de carga de todo o mundo.

scripting teste de carga

Criando um script de teste de carga com o EveryStep Web Recorder

É aí que a plataforma LoadView se diferencia de outras ferramentas. Sua força vem da simulação de várias simulações de usuários. Embora usado principalmente para criar scripts de teste de carga para simulações reais de usuários baseadas em navegador para aplicativos web atuais como AJAX, Flash, HTLM5, JavaScript e outros RIAs, ele também pode simular testes baseados em protocolo. Além disso, a plataforma pode rapidamente girar vários locais de nuvem para avaliar o desempenho através de locais geográficos específicos. Além disso, os scripts que você cria para o teste podem ser integrados à nossa plataforma de monitoramento para auditorias regulares de tempo de atividade assim que seu site ou aplicativo entrar em produção.

Teste à esquerda e loadview

 

Os aplicativos atuais são construídos com múltiplas tecnologias, contando com vastas redes de provedores de terceiros e CDN’s. Além disso, os usuários finais podem acessar seu site ou aplicativos de qualquer lugar do mundo usando diferentes navegadores, sistemas operacionais e dispositivos móveis, todos com velocidades de conexão variadas. Tempos de resposta, qualidade e disponibilidade são fatores críticos que devem ser avaliados antes de empurrar as aplicações para a produção.

LoadView Load Testing Shift Left Infograph

Saber exatamente quanto um site, aplicativo ou API pode lidar durante a fase de desenvolvimento e teste pode ajudar a identificar e descobrir vários problemas, como bugs, gargalos de hardware e lentidão no banco de dados, bem antes de empurrar sua aplicação para o ambiente de produção.

Essas métricas de desempenho são necessárias para auxiliar no planejamento de capacidade para que você possa atender às demandas de seus clientes e clientes. Sites e aplicativos de baixo desempenho impactam as conversões e, em última instância, a receita.

Leia mais sobre testes à esquerda, testes de carga com o LoadView e o que significa para práticas de DevOps.

flexível. escalonável. poderoso.

Tudo a partir de uma solução conveniente de teste de carga.

Perguntas frequentes sobre testes de carga – Todas as suas perguntas respondidas

Tabela de Conteúdos

  1. Um teste de estresse é a mesma coisa que um teste de carga?
  2. O que é teste de carga em software?
  3. O que é o teste de carga em .NET e Java?
  4. O que é o teste de carga em QA? O que é teste de desempenho em testes de software?
  5. Qual é o significado do throughput em testes de desempenho?
  6. O que é teste de carga no JMeter? O que é o teste de carga no LoadRunner?
  7. O que é teste de carga no SoapUI? O que é um teste de espeto?
  8. Quem é responsável pelo teste de carga? Quem faz testes de carga?
  9. Qual ferramenta de teste de carga devo usar? Qual é a melhor ferramenta de teste de carga?
  10. Quando devo começar a fazer testes de carga? Quando é feito o teste de carga?
  11. Por que fazer testes de carga? Por que os testes de carga são importantes?
  12. Qual é o objetivo do teste de carga?
  13. O que é teste de desempenho?
  14. Quais são os diferentes tipos de testes de desempenho?
  15. Quando devo usar testes de desempenho?
  16. Quando o teste de desempenho não é necessário?
  17. Qual é o processo de teste de desempenho?
  18. Como os testes de desempenho podem ser automatizados?
  19. Como funcionam as ferramentas de teste de desempenho?
  20. Por que devemos automatizar testes de desempenho?
  21. Qual é o ciclo de vida de teste de desempenho?
  22. Como implementar testes de desempenho para aplicativos móveis?
  23. Como é realizado o teste de carga?
  24. Como faço para testar um aplicativo de desktop?
  25. Os testes de carga podem ser feitos manualmente?
  26. Como realizar testes de carga de sites
  27. Como fazer um teste de carga usando Selenium & JMeter
  28. Como funcionam as ferramentas de teste de carga
  29. Como carregar aplicativos de uma única página de teste

 

Um teste de estresse é a mesma coisa que um teste de carga?

Um teste de estresse é simplesmente um teste de carga que empurra um sistema além de seus limites e faz com que o sistema quebre de alguma forma. Enquanto os testes de estresse são considerados um subgrupto de testes de carga, nem todos os testes de carga são considerados um teste de estresse. Os testes de carga com o objetivo de planejar a capacidade podem ser executados com um número máximo conhecido de usuários simultâneos que a infraestrutura do site pode lidar, não causando assim uma falha na infraestrutura do site.

teste de estresse e teste de carga

A definição de teste de carga de um site está gerando uma quantidade especificada de carga em um site. Normalmente, os testes são realizados de uma forma que imita usuários reais que visitam o site. Testes mais avançados podem realizar uma série de etapas no site, como clicar em elementos-chave, botões e campos e navegar pelo site.

 

 

O que é teste de carga em software?

O software de teste de carga consiste em gerar carga do usuário em um sistema de software. À medida que os sistemas de software se tornam mais complexos, com muitas camadas e componentes, os testes de software podem consistir em muitos tipos diferentes de testes, incluindo testes de carga carteiro. Os testes de carga de software também podem ser executados em um sistema ou podem isolar um ou mais componentes da arquitetura do software. Esses componentes podem incluir interfaces de usuário, APIs, conexões de banco de dados ou até mesmo hardware subjacente, como servidores, roteadores, firewalls e balanceadores de carga.

 

O software pode ser construído em uma variedade de plataformas, desde formulários tradicionais do Windows até applets Java e aplicativos web. Testes de carregamento aplicativos do Windows podem exigir uma infraestrutura de teste muito diferente do que testes de carga aplicativos web. Os aplicativos web podem ser testados a partir de ambientes externos se o aplicativo estiver em um site voltado para o público, enquanto os formulários do Windows normalmente devem ser instalados e testados a partir de um ou mais computadores locais.. No caso de alguns aplicativos locais, você ainda pode realizar testes simplesmente ignorando a interface do usuário e fazendo chamadas diretamente para as APIs, bancos de dados ou camadas de acesso a dados subjacentes. Como você finalmente escolhe seu software de teste de carga realmente depende de quais aspectos você está preocupado no momento do teste.

 

O que é o teste de carga em .NET e Java?

Teste de carga Os aplicativos .NET podem se referir a vários tipos diferentes de testes porque o .NET (tipicamente C#) é usado no back-end tanto para aplicativos do Formulário Windows ou desktop quanto para aplicativos web.

Testes de carga em Java também podem se referir a vários tipos diferentes de testes, já que java pode ser executado nativamente em muitos ambientes diferentes em máquinas virtuais Java. Os applets java também podem ser executados a partir de um site.

Para testes de carga.NET e Java, você pode querer um conjunto de testes para configurar diferentes testes que podem ser executados repetidamente com configurações variadas. Tais suítes de software ou serviços geralmente se integram com softwares de gerenciamento de código e automação como Jenkins.

 

O que é o teste de carga em QA? O que é teste de desempenho em testes de software?

Teste de carga em QA significa que você está aplicando um certo número de usuários simultâneos em um sistema de software durante a garantia de qualidade. Os testes de carga para garantia de qualidade garantem que cada iteração do software seja capaz de lidar com pelo menos um número mínimo de usuários simultâneos e, no máximo, identificará o número máximo de usuários simultâneos que um sistema de software pode lidar. Os testes de carga de QA são frequentemente realizados usando automação de software como Jenkins dentro de um ambiente usando integração contínua.

 

Qual é o significado do throughput em testes de desempenho?

Ao executar um teste de desempenho, o throughput refere-se à quantidade de dados transferidos entre a parte frontal do aplicativo e a parte traseira ao longo do tempo. Especificamente, o throughput em testes pode significar fatores como largura de banda de rede, I/O do banco de dados, usuários simultâneos, restrições máximas de memória e leituras e gravações de disco. Cada um desses componentes poderia teoricamente se tornar um gargalo para o throughput de dados do cliente para o servidor e vice-versa. Monitorar o rendimento desses vários gargalos à medida que a carga aumenta pode ajudar a identificar as causas da degradação da velocidade do sistema.

 

O que é teste de carga no JMeter? O que é o teste de carga no LoadRunner?

JMeter é um aplicativo de código aberto da Apache para testar aplicativos web. O JMeter pode gerar carga pesada em diferentes tipos de aplicativos, incluindo aplicativos web, serviços web e consultas de bancos de dados, entre muitos outros protocolos.

LoadRunner é uma ferramenta para testar aplicativos. LoadRunner pode ser usado para testar diferentes camadas de um aplicativo, gerando mensagens diretamente para um serviço, ou simulando a interação do usuário com uma interface do usuário com uma interface de usuário, gravando scripts de movimentos do mouse e pressionagens de botões e entradas de teclado. O LoadRunner pode testar uma variedade de aplicativos, incluindo aplicativos Microsoft .NET e Java. O LoadRunner também pode interagir diretamente com bancos de dados e até protocolos de rede.

No entanto, o LoadView é superior tanto ao JMeter quanto ao LoadRunner em quase todos os sentidos.

 

O que é teste de carga no SoapUI? O que é um teste de espeto?

SoapUI é usado para realizar testes funcionais em APIs. SoapUI é usado para testes de APIsoap e REST . O teste de carga de uma API cria várias conexões ou solicitações para a API e mede o desempenho sob um número diferente de solicitações simultâneas através do servidor API SOAP ou REST.

Um teste de pico é um tipo específico de teste de desempenho que realiza um número crescente de solicitações simultâneas, a fim de simular grandes picos de tráfego em um sistema. Um teste spike pode ser usado para testar a carga de uma API ou aplicativo para gargalos durante períodos de rápido crescimento ou alto número de usuários simultâneos. O objetivo do teste de pico é detectar e analisar anormalidades dentro do software ou aplicativo à medida que a demanda é subitamente aumentada ou diminuída. A realização de testes de pico antes que um alto número de usuários simultâneos atinja um site ou aplicativo pode identificar os gargalos que podem causar a falha do site ou retardar o desempenho de um aplicativo. O teste de pico também pode dar uma visão de como um programa ou aplicativo responde entre picos de atividade.

O LoadView pode testar APIs e é superior ao SoapUI de muitas maneiras.

Quem é responsável pelo teste de carga? Quem faz testes de carga?

Muitas vezes, uma equipe de QA, DevOps ou às vezes até mesmo marketing é responsável por carregar testes de seus sites ou aplicativos web. O QA normalmente lida com a maioria dos testes para software e aplicativos web em um ambiente de teste, enquanto o DevOps garante que o software seja executado corretamente em hardware de produção. O marketing é responsável por impulsionar um alto número de visitantes de sites e, portanto, preocupado com se a infraestrutura do site pode lidar com o alto tráfego de visitantes de eventos como lançamentos de produtos ou promoções de vendas.

Teste de carga de DevOps

O teste de carga é normalmente realizado por esses mesmos grupos – QA e DevOps. Às vezes, os testes de carga também podem ser realizados pelos desenvolvedores ou equipe de desenvolvimento,certificando-se de que o aplicativo será ampliado sob forte demanda. No entanto, é possível que a equipe de desenvolvimento simplesmente não tenha acesso, ou recursos, para girar máquinas suficientes para testes adequados.

 

 

Qual ferramenta de teste de carga devo usar? Qual é a melhor ferramenta de teste de carga?

Existem uma variedade de ferramentas de teste de carga disponíveis, e eles basicamente se dividem em duas categorias: grátis e paga. As ferramentas pagas são obviamente mais robustas e têm uma gama mais ampla de dados e recursos, enquanto as ferramentas gratuitas são muitas vezes de código aberto e estão disponíveis sem nenhum custo.

LoadView é um pacote abrangente de testes de carga – e a melhor ferramenta de teste de carga do mercado.

 

Quando devo começar a fazer testes de carga? Quando é feito o teste de carga?

Comece a fazer testes de carga antes de pensar que precisa. No momento em que muitas pessoas começam a fazer testes de carga, não há tempo suficiente para fazer as mudanças necessárias ou obter ajuda para lidar com testes adicionais.

Teste de carga de nuvem

Se os testes forem realizados em grandes marcos do processo de desenvolvimento com previsão adequada, a infraestrutura web deve ter muito menos problemas para dimensionar e manusear carga pesada uma vez que esteja em produção (assumindo que medidas sejam tomadas para otimizar a infraestrutura como resultado do teste).

Os testes de carga devem ser realizados antes de qualquer grande evento que possa potencialmente trazer grandes quantidades de tráfego simultâneo para um site. Idealmente, um teste deve ser realizado em um ambiente de produção durante o horário de pico, antes de um lançamento público de qualquer novo código, ou atualizações de sites ou aplicativos da Web. Isso deve ser concluído bem o suficiente antes do lançamento público, permitindo ajustes de sistema de última hora caso o teste falhe.

Muitas vezes, o teste de carga é realizado logo antes do lançamento de um novo produto, uma nova campanha, um grande evento ou uma atualização do sistema. Uma vez que o objetivo dos testes de carga é garantir que a infraestrutura do site possa lidar com um número esperado de usuários, isso pode não lhe dar tempo suficiente para responder aos resultados dos testes de carga.

 

Por que fazer testes de carga? Por que os testes de carga são importantes?

Realize testes de carga para que você não seja pego de surpresa quando a demanda real for colocada em seu site. Você deve saber qual é o número máximo de usuários simultâneos que seus servidores podem lidar, e você deve estar preparado se esse número for atingido. Se você não está preparado para tráfego pesado, há uma boa chance de você acabar perdendo negócios se seu site estiver lento, ou mesmo cair, quando muitos visitantes atingem seu site ao mesmo tempo.

O teste de carga é importante porque identifica pontos de falha no seu sistema e também pode mostrar como seu site se degrada à medida que usuários mais simultâneos são adicionados. Se você sabe qual deve ser o seu pico de tráfego, o teste de carga lhe dá uma visão maior de como seu aplicativo ou site irá funcionar assim que esse nível de tráfego for atingido.

 

Qual é o objetivo do teste de carga?

O teste de carga é normalmente realizado por três razões:

  • Planejamento de Capacidade

Se você tiver uma ideia aproximada do tamanho e volume de tráfego que seu site deve lidar, você pode configurar testes que aumentam lentamente a carga até atingir esse limite. Este tipo de teste de carga pode ajudá-lo a planejar a capacidade esperada do site.

  • Identificação de pontos críticos de falha

Muitas vezes, você pode estar apenas procurando quantos usuários simultâneos podem acessar seu aplicativo web até que haja uma falha crítica. Neste ponto, você pode solucionar a falha e identificar a causa raiz, com sorte, mitigando o componente falhando, ou pelo menos sinalizar o gargalo para correções futuras.

  • Teste se novas mudanças introduzem erros de escalabilidade ou outras consequências imprevistas

Cada vez que você atualiza qualquer coisa na produção, há um potencial para introduzir bugs ou outras alterações não intencionais. O teste de carga pode ajudar a eliminar alguns desses passivos potenciais executando um teste após cada atualização de código ou conteúdo.

 

O que é teste de desempenho?

Testes de desempenho normalmente medem diferentes métricas relacionadas ao desempenho de um site ou aplicativo web. O teste do site mede as velocidades de carga da página, tempo para o primeiro byte, tempo de interação e outras métricas. Testes de desempenho, no que se refere aos testes de carga, normalmente registram como essas métricas são impactadas adicionando demanda adicional ao sistema. Mesmo que você esteja usando várias ferramentas de monitoramento de aplicativos, ainda existem várias variáveis que podem afetar os resultados do teste, desde o hardware subjacente executando o sistema (incluindo CPU, RAM, Disco I/O), largura de banda disponível, leituras e gravações do banco de dados e complexidade do código usado no sistema. Depois de executar um teste, pode identificar quais componentes impactaram os resultados e ajustar esses componentes para melhorar o desempenho do site. Isso deve ser verdade para vários tipos de aplicativos web também.

 

Quais são os diferentes tipos de testes de desempenho?

Os tipos de testes de desempenho incluem:

  • Teste de fumaça

O teste de fumaça realiza testes de fundo de baixo nível, garantindo que o sistema possa lidar com os requisitos mínimos. Os testes de fumaça são frequentemente realizados durante os estágios iniciais de desenvolvimento de software. Ao identificar erros e defeitos no início do ciclo, as equipes podem liberar o software de forma mais eficiente e evitar defeitos caros (e demorados) de última hora.

  • Teste de velocidade de linha de base

O teste de velocidade da linha de base estabelece métricas padrão da linha de base. Essas linhas de base são frequentemente usadas para comparar testes mais avançados quando ocorrem diferenças de monitoramento no desempenho sob estresse.

  • Teste de escalabilidade

Os testes de escalabilidade normalmente introduzem cada vez mais usuários no sistema ao longo do tempo para medir se o sistema pode escalar até atender às necessidades do usuário à medida que a carga aumenta.

  • Teste de estabilidade

Os testes de estabilidade podem incluir alguns cenários diferentes que devem sempre funcionar, mesmo depois que um sistema é alterado. Se os testes de estabilidade falharem, o sistema se tornou instável ou o teste de estabilidade precisa de ajuste para lidar com as mudanças do sistema.

  • Teste de capacidade

O teste de capacidade identifica a capacidade máxima de um site testando o maior número possível de solicitações simultâneas e, em seguida, aumenta esse número adicionando mais usuários ao longo do tempo. Se o sistema responder com sucesso a todas as solicitações dentro do tempo necessário, o sistema passou com sucesso em um teste de capacidade.

  • Teste de estresse

Como um teste de pico, o teste de estresse leva os testes de capacidade um passo adiante e continua aumentando o número de usuários simultâneos até que o sistema se degrade ou falhe completamente.

  • Teste de espeto

O teste de espetos tecnicamente se enquadra na categoria de um “teste de carga”, mas há algumas diferenças entre os dois. Um teste de espeto envia grandes rajadas de tráfego para um site e vê se os servidores podem lidar com as rajadas de tráfego. Os testes tradicionais de carga são normalmente realizados ao longo de diferentes quantidades de tempo com quantidades variadas de tráfego, mas dentro das diretrizes das condições normais do usuário, não apenas aumentos repentinos ou diminuição do tráfego.

  • Teste de resistência

Os testes de resistência enviam várias quantidades de tráfego em um aplicativo web por períodos mais longos de tempo e verifica se alguma anomalia surge devido ao uso prolongado dos recursos do sistema. Por exemplo, às vezes os bugs podem aparecer durante os testes de resistência por causa do transbordamento de memória ou coleta de lixo inadequada.

  • Testes de componentes individuais

O teste de componentes individuais isola partes individuais de um sistema, como um serviço web ou uma chamada de banco de dados, e realiza vários testes nesse componente fora do resto do sistema. O teste de componentes também pode testar apenas um aspecto de um sistema, como uma pesquisa de banco de dados ou uma gravação de banco de dados.

 

Quando devo usar testes de desempenho?

O tempo todo. Os testes devem ser usados durante o desenvolvimento de aplicativos web, durante a garantia de qualidade, após novos lançamentos, antes de novos lançamentos de produtos e iniciativas de marketing, e praticamente a qualquer momento algo sobre o sistema muda. Saiba mais sobre as várias ferramentas de monitoramento no mercado hoje lendo nosso artigo onde comparamos as 15 principais ferramentas de monitoramento de aplicativos.

 

Quando o teste de desempenho não é necessário?

Quando você não se importa necessariamente com a qualidade da sua experiência de usuário, quando você não tem um grande número de usuários visitando seu site, ou quando você não se importa se seu site está para cima ou para baixo. Se uma interface de usuário está em constante mudança, pode não ser prático para configurar e executar testes automatizados, porque você mudaria constantemente estar mudando os próprios testes.

 

Qual é o processo de teste de desempenho?

O processo de teste depende de quão minuciosamente você deseja testar seu site. Pode ser tão simples quanto um teste único para ver a rapidez com que sua página web é carregada, determinando a opção de hospedagem web mais rápida para o seu negócio ou tão complexa quanto automatizar um conjunto de testes incorporados em sua plataforma de gerenciamento de código-fonte que é executada toda vez que uma atualização é verificada no sistema. Para sites que experimentam grandes volumes de tráfego, os testes de desempenho também consistem em testes regulares de carga que se aplicam a um número crescente de usuários simultâneos. Isso ajuda a prever problemas de capacidade à medida que o tráfego aumenta, identifica gargalos e entende limitações do sistema sob eventos de estresse extremamente pesados.

 

Como os testes de desempenho podem ser automatizados?

Os testes de desempenho podem ser automatizados usando várias soluções de terceiros. Essas soluções normalmente permitem a construção e agendamento de casos de teste com base em muitos fatores, desde ocorrências regulares programadas todos os dias, até instâncias automáticas desencadeadas por check-ins de código. Muitas ferramentas de desenvolvimento de software, como o Microsoft Visual Studio Team Foundation Server, também contêm componentes usados para realizar testes automatizados.

 

Como funcionam as ferramentas de teste de desempenho?

As ferramentas de teste de desempenho funcionam realizando ações em um site ou aplicativo e registrando os resultados. Muitas métricas diferentes podem ser gravadas por uma ferramenta de teste, como tempos de carga de página, tempo para interagir e capacidade de resposta do usuário. Dependendo de qual parte do aplicativo você está software de teste de carga do site medindo, diferentes testes podem ser executados, focando especificamente em determinados elementos, como ler dados de um banco de dados, executar JavaScript ou carregar imagens de uma loja de arquivos.

 

 

 

Por que devemos automatizar testes de desempenho?

Automatizar testes libera o testador para que eles possam realizar testes mais avançados e gastar mais tempo analisando resultados. Testes automatizados podem ser executados repetidamente após cada alteração de código com interação mínima do usuário. Testes automatizados podem muitas vezes pegar problemas antes que os usuários finais experimentem um problema, porque os testes automatizados estão sendo executados de forma consistente.

 

Qual é o ciclo de vida de teste de desempenho?

O ciclo de vida de teste de desempenho descreve o processo de chegar a uma ou mais de uma série de testes que devem ser realizados para medir métricas de uma aplicação ao longo do tempo.

O ciclo de vida de teste de desempenho começa enquanto um site ou aplicativo ainda está em desenvolvimento.

Inicialmente, determine o objetivo do aplicativo, identifique seu público e o tamanho do público. Identifique o número médio ideal de usuários que podem usar simultaneamente o produto e, em seguida, identifique o número máximo de usuários simultâneos durante um evento de estresse pesado.

ciclo de vida de teste de desempenho

Em seguida, identifique como o usuário médio usará o aplicativo e escreva scripts para alguns dos caminhos comuns de um usuário. Inclua o uso mais exigente possível como um de seus cenários.

Em seguida, estabeleça benchmarks para cada cenário simplesmente executando e registrando os resultados de cada teste individual em condições ideais.

Assim que um protótipo ou primeiro rascunho do aplicativo for construído, os testes devem ser realizados para detectar limitações no sistema o mais cedo possível. À medida que um produto amadurece e é implantado em um ambiente de produção, os testes devem ser realizados para medir métricas médias de desempenho em diferentes cenários, como picos de carga, aumentos constantes no tráfego e carga de resistência extrema (carga durante um período prolongado). Os testes devem continuar com cada mudança de sistema, garantindo que não haja degradação do sistema.

À medida que os resultados de cada cenário são analisados, os testes podem ajudar a evoluir a infraestrutura para suportar a demanda mais extrema que se pode esperar, identificando e eliminando gargalos no sistema.

 

Como implementar testes de desempenho para aplicativos móveis?

Os aplicativos móveis de teste de desempenho podem ser realizados da mesma forma que os testes para desktop ou aplicativos baseados na Web. Normalmente, os testes não são executados a partir de dispositivos móveis reais. Em vez disso, eles são frequentemente executados em uma simulação por um emulador. Se o aplicativo é simplesmente local e não requer uma conexão de rede, então o teste de carga pode não ser uma forma muito válida de teste para o seu aplicativo móvel.

teste de carga geo distribuída

Para um aplicativo que se conecta a um back-end remoto, girar alguns usuários simultâneos em um aplicativo móvel pode gerar carga, potencialmente diminuindo a velocidade do sistema. Testes de desempenho móvel também podem lançar uma bola curva nas métricas de desempenho devido ao tipo e qualidade da conexão do usuário. Se o usuário estiver em uma zona geográfica onde dados de alta velocidade não estão disponíveis, isso também pode limitar a velocidade de um teste. Alguns sistemas de teste de carga, como o LoadView, permitem imitar um tipo de conexão para testes. Isso é feito limitando artificialmente a largura de banda usada pelo aplicativo.

 

Como é realizado o teste de carga?

O teste de carga é mais frequentemente realizado usando sistemas automatizados para gerar solicitações de um servidor ou simular usuários reais em um sistema. Os testes de carga podem ser realizados internamente usando hardware e software dentro de sua própria rede ou podem ser realizados externamente com sistemas de teste de terceiros. O teste mede o desempenho e o tempo de resposta de um sistema à medida que a demanda em um sistema aumenta. Os testes são mais adequados quando realizados em produção, medindo a real capacidade de resposta do sistema em condições simuladas. Os testes podem ser agendados ou executados sob demanda, mas os testes são normalmente planejados para um momento em que o tráfego é baixo para que quaisquer problemas causados pelo tráfego pesado afetem o menor número de clientes reais.

 

Como faço para testar um aplicativo de desktop?

O teste de carga do aplicativo de desktop pode ser ligeiramente diferente do teste de carga para um aplicativo baseado na Web. Se todo o aplicativo de desktop residir na máquina do usuário e não entrar em contato com um servidor central ou banco de dados, os efeitos de executar vários usuários ao mesmo tempo provavelmente não terão muito efeito no desempenho do aplicativo.

aplicativo de desktop de teste de carga

Se o aplicativo se comunicar com um servidor ou banco de dados, então o teste de carga pode ser um meio viável de testar o desempenho. Alguns tipos de testes podem simplesmente simular o aplicativo de desktop, enviando solicitações sem executar a GUI frontal. Esses testes são muito mais escaláveis do que instanciar vários GUIs, já que a necessidade de recursos do sistema em máquinas clientes é baixa.

 

 

 

Os testes de carga podem ser feitos manualmente?

O teste de carga pode ser feito manualmente, simplesmente tendo muitos usuários reais ativos em um sistema ao mesmo tempo, no entanto, os testes manuais de carga provavelmente não retornarão dados tão valiosos quanto testes de carga automatizados que podem coletar e agregar todas as métricas para o sistema.

 

Como realizar testes de carga de sites

Primeiro, estabeleça quais aspectos do sistema você quer testado. Com base nesses requisitos, selecione uma plataforma de teste de carga capaz de realizar todos os aspectos dos testes que deseja realizar. Uma vez que você tenha se familiarizado com a plataforma de teste de sua escolha, você pode projetar scripts ou cenários que simulam com precisão os casos de uso definidos. Alguns cenários podem simular usuários reais no sistema, enquanto outros podem simplesmente gerar grandes quantidades de solicitações GET simultâneas. O tipo de teste depende do seu objetivo final. Se você está simulando usuários reais no sistema para o planejamento futuro da capacidade, você pode executar testes de carga muito diferentes do que alguém identificando quantos usuários um sistema pode lidar antes que ele falhe.

Depois de estabelecer seus cenários de teste de carga, decida sobre seus números de carga de destino, bem como como e de onde você está iniciando a carga. Alguns sistemas vão gerar a carga apenas a partir de sua máquina local. Outros podem exigir várias máquinas para gerar um grande número de usuários simultâneos. Muitos sistemas permitem girar vários cenários por máquina e até mesmo ajudá-lo a girar várias máquinas na nuvem.

Métricas de desempenho de teste de carga

Depois de iniciar seu teste, regissão e preste atenção nos contadores de desempenho dos servidores que hospedam o site. É aqui que você verá gargalos comuns, como CPU, RAM, I/O do disco ou largura de banda. Alguns sistemas de teste de carga têm componentes incorporados na plataforma que você pode instalar nos servidores para capturar esses dados e correlacioná-los com o número de usuários simultâneos que chegam ao site, juntamente com os tempos médios de resposta desses usuários. Grandes aumentos ou picos nos tempos de resposta podem ser um bom indicador de que algo estava funcionando em menos do que o ideal no sistema. Muitas vezes você pode usar essas indicações para perfurar e encontrar a causa exata da desaceleração.

 

Como fazer um teste de carga usando Selenium & JMeter

Selenium e JMeter são dois exemplos de software usado para realizar testes de carga. O Selenium pode registrar ações do usuário dentro de um navegador e reproduzi-las. Os scripts de selênio também podem ser editados usando diferentes linguagens de programação e plataformas de teste. A Selenium Grid permite realizar vários testes de várias máquinas ao mesmo tempo. Embora o Selenium não tenha sido projetado estritamente para testes de carga, ele pode ser usado para gerar scripts que se integram diretamente com várias plataformas de teste.

JMeter é uma plataforma de teste de desempenho de código aberto da Apache projetada especificamente para testes de carga de aplicativos web. O JMeter não funciona no nível do navegador, ele simplesmente funciona no nível do protocolo. Embora pareça um navegador da perspectiva do servidor web, ele não pode executar todas as ações que um navegador poderia executar, como realmente renderizar a página e executar JavaScript. JMeter é bom para gerar solicitações em um site de muitos usuários simultâneos durante o teste de carga. Uma distinção importante do JMeter é que ele envia usuários virtuais em seu site ou aplicativo web a partir de seu próprio computador, portanto, você não pode coletar dados de tráfego do mundo real como você pode com o LoadView. O LoadView tem vários data centers ao redor do mundo, para que você possa testar de qualquer lugar que seus usuários estejam localizados.

 

Como funcionam as ferramentas de teste de carga

A maioria das ferramentas de teste de carga permite gravar ou escrever um script que interage com um site ou aplicativo. Esses scripts são então colocados em cenários de teste ou testes programados. Em seguida, você identifica o escopo e a quantidade de usuários necessários no teste e o tempo para executar o teste. Alguns testes permitem aumentar os usuários ao longo do tempo, enquanto outros simplesmente identificam o número máximo de usuários simultâneos no teste e giram todos de uma vez.

 

Como carregar aplicativos de uma única página de teste

Os aplicativos de uma única página (SPAs), às vezes chamados de SPIs (single-page interface, interface de uma página), podem ser mais difíceis de testar em termos de medir KPIs porque a página não necessariamente recarrega cada vez que o usuário executa uma ação. Existem muitas estruturas javaScript do lado do cliente e do servidor do cliente populares que são usadas para criar SPAs. Frameworks como Angular, Next.js, React, Vue e muitos outros podem ser usados para desenvolver SPAs. Aplicativos de uma única página “se encaixam” em uma única página e atualizam dinamicamente, em vez de carregar uma nova página cada vez. Isso proporciona aos usuários uma experiência mais suave e reativa. Algumas plataformas de teste de carga permitirão medir o tempo entre as ações, como cliques de botão, e fornece os dados resultantes na tela, enquanto outros sistemas só podem medir o tempo total que levou para completar um script.

carregar testes de aplicativos de uma única página

A plataforma LoadView pode testar SPAs da mesma forma que você faria para qualquer outro site ou aplicativo web. Basta script a experiência do usuário com o EveryStep Web Recorder e executar usuários virtuais que executam tarefas sob carga, a partir de navegadores reais. Outras ferramentas de teste de carga, como BlazeMeter ou Flood, utilizam o JMeter. Como mencionado anteriormente no artigo, o JMeter funciona no nível de protocolo, incapaz de executar JavaScript, portanto, você não pode testar todas as ações que um navegador, ou o usuário, pode realizar.

Leve seu teste de carga para o
Próximo Nível

Experimente recursos incomparáveis com escalabilidade ilimitada. Sem cartão de crédito, sem contrato.